hello world! if you are out there you are not alone

partilham

o mesmo conteúdo mas em diferentes formas ?
a mesma palavra em diferentes codigos?
o mesmo acorde diferentes artistas?
papel ou cinema?

positivo negativo  energia
norte    sul   hemisferios

(…) ritmo e conteudo e …

…..  e a complexidade do propósito da pontuação e a arte de a reinventar como saramago e lobo antunes, dois artistas que reinventaram o ritmo da pontuação à sua medida, tailored, e ainda assim despertam e encontram descodificadores em todo o mundo ganhando ate novas dimensões …. como no cinema (…)

(…)quente fresco quente fresco fresco fresco quente quente….

a insustentável leveza do ser
amor em tempos de colera

metamorfoze
a perola

o ensaio sobre a cegueira
cronica de uma morte anunciada

o processo
100 anos de solidão
… tropical ou europeu(…)

(…)Ponzo illusion …. the human mind judges an object’s size based on its background …
penso logo existo

querer uma ovelha é prova que ela existe

o descartes era crescido e por isso quando ele diz: penso logo existo estudando um bocadinho percebemos o que ele quer dizer, tens um sonho ele existe, queres esse sonho materializado, começa.
o principezinho queria uma ovelha. o desenho de uma ovelha e so ficou satisfeito com a que estava dentro de uma caixa, no desenho estava apenas uma caixa, opaca e com buraquinhos para a ovelha respirar 🙂
procurando bem encontro um filme com alguma personagem assim: sonha, começa e a obra começa a existir depois da dialectica da partilha de diferentes perspectivas acerca de um assunto tão importante como o de querer o desenho de uma ovelha que ira ser muito util para o seu tempo e conforto na manutenção do seu quintal, onde tem uma rosa e umas ervas daninhas e um vulcao e uma semente de embondeiro que teima em despontar ainda que depois seja cuidadosamente limpo podado com a regularidade essencial…

o principezinho e o mundo todo explicadinho desde o sonho até à morte
…  “Porque todas as pessoas crescidas já foram crianças. (Há é poucas que se lembram.)”

(…) no filme buerfly efect, a personagem precisa de ler o que escreveu para reinventar o passado e o futuro presente incluindo novas memorias contruidas nas cinzas das que vao desaparecendo para sempre….ou quase…quando fernando pessoa escreveu ‘escrever é esquecer’ , ficou para muito tempo e para muitas pessoas…

bruce al mighty e o poder ao serviço da mente e dos sentidos
amor em tempos de colera e que “anda uma dor por aí… molin rouge (…)

(…)
E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música…

(…)

About perspectives

uma entre mais de sete biliões de criaturas humanas do planeta Terra...
This entry was posted in perspectives and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s