Julles Verne, Cloud crowd and cats that can walk on a cloud without coming down

“o inventor, o criador de metáforas e o transgressor que não respeita delimitações…”

“I belive cats to be the spirits come to earth. A cat, i’m sure, could walk on a cloud without coming down”

“Anything one man can imagine, other men can make real”

“Science, my lad, is made up of mistakes, but they are mistakes which it is useful to make, because they lead little by little to the truth.”

e “tornar estes materiais familiares do grande publico, comprometeria seriamente o seu valor como estimulo em muitos projectos de investigação”  Peter J. Lang da Universidade de Florida  enquanto justificava porque recusava e proibia a partilha de informação  com os seus colegas…(Daniel Pink, a nova inteligência)

O saber é poder se for partilhado com outros, desde sempre e para sempre!

Temos gatos a caminhar nas nuvens, pela ainda ofuscante abundância de conhecimento disponível na cloud.

Existem ideias que mudam o mundo.

As ideias geniais que mudam o mundo são sonhadas por uma pessoa que partilhou a sua história com outra pessoa e outra e ….réupéupéupardaizaoninho!

Alguma Ideias, felizmente, acontecem “mais cedo do que tarde o que tarde ou cedo iria acontecer” (Gabito), outras nem tarde nem cedo; certo é que Existem mesmo: acontecem e marcam a história, a nossa, a deles e a dos outros, e se mais houver, também!

De repente, no suspiro de um instante, reúnem-se circunstâncias extraordinarias e  com potencial de impacto de proporções sísmicas e, simultaneamente, enlaçam-se os mais improváveis pontos de vista numa espécie de sinfonia.

De repente, uma ideia escaganifobética, desenquadrada e sem quaisquer prespectivas de um futuro, transforma-se numa ideia genial…

“outra coisa bem diferente teria sido a vida para eles, se tivessem sabido a tempo que, era mais fácil ultrapassar as grandes catástrofes… que as misérias minúsculas do dia-a-dia”

Modelar o universo do discurso e a natureza das circunstâncias que se reúnem simultaneamente para que, um ser humano, pare de respirar momentaneamente, quando se emociona por um qualquer motivo, pode muito bem ser uma das marcas que marca o ponto de encontro da história da humanidade .

São as emoções, o que mais nos une: alegria, medo, nojo, tristeza, surpresa, paixão, amor … e o mistério da fé

Paixão , porque sim, porque é melhor, mais saboroso, mais leve, rende mais e melhor…

Os apaixonados, correm como quem tem  fogo no cú, parece que têm bichinhos carpinteiros que lhes fazem cócegas….réupéupéupardaizaoninho!

Os ” inventores, os criadores de metáforas e os transgressores que não respeitam delimitações”, partilham o seu Saber generosamente porque fazem a leveza e a flexibilidade quem não tem um rótulo apropriado para designar o nome da sua arte.

… 7 biliões sempre a contar, 1 bilião ninguém sabe, 3 biliões habitam nús, caminham descalços nas lixeiras onde se alimentam e o resto dos números ficam para outra ocasião, no futuro, quando curarem a dislexia onde a ordem dos números se perdem numa realidade quantica para depois se transformarem com se tivessem vida própria onde cada vírgula, conta.

modelar o universo do discuso é o primeiro que faz quando se pretende criar um perímetro e identificar os agentes, e como se relacionam para então lhes dar sentido…

About perspectives

uma entre mais de sete biliões de criaturas humanas do planeta Terra...
This entry was posted in more perspectives better view and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s